servicos

Rediagramação

Em primeiro lugar é necessário explicar que arquivos podem ser feitos apenas com vetores (traços), imagens (pixels) ou podem ser formados por uma composição de vetor e imagem. 

Arquivos em vetor - quando bem executados - podem ser redimensionados para qualquer tamanho. Arquivos em imagem não apresentam tanta flexibilidade. Eles podem ser sempre reduzidos, mas quando precisam ser ampliados começam a perder a resolução.

De forma prática acontece assim: um arquivo de tamanho 10 x 10cm foi criado com 300 dpis. Se ele for reduzido proporcionalmente a 2,5 x 2,5 cm, ele terá 1200 dpis. Se ele tiver proporcionalmente 20 x 20 cm ele atinge 75 dpis. 75 é excelente para uso na internet, mas é um arquivo ruim para imprimir pois a imagem dá a impressão de “embaçada” e “estourada”. Quanto maior a resolução da imagem, melhor a qualidade de impressão final.

CIDiferença

A maioria das gráficas faz uma avaliação dos arquivos antes de iniciar o processo de impressão. Se nesta análise os arquivos estiverem com imagens ruins ela informa ao cliente o problema e solicita uma nova versão. Todavia, se o arquivo foi criado em uma resolução específica, para um tamanho específico, não é possível que ele seja ajustado automaticamente. É impossível aumentar a resolução de uma imagem aumentando-a. Isso só acontece quando diminuímos tamanhos.

Redimensionar um arquivo, no contexto de criações gráficas, significa mudar o tamanho mantendo uma mesma proporção, não havendo necessidade de uma nova diagramação. Ou seja, não existirá nem mesmo troca de tamanho de fontes, marcas, etc pois elas vão seguir com a mesma proporção, por mais que isso possa afetar a legibilidade do arquivo final. A arte deve também permanecer no mesmo sentido (vertical ou horizontal).

Redimensionar


Exemplo: um arquivo feito em um A4 (21 x 29,7 cm) pode ser reduzido para um A5 (15x21). Todavia, se o arquivo for composto de imagem e vetor e o desejo do cliente for transformar um A5 em um A4 o redimensionamento pode ser tecnicamente executado, todavia a resolução da imagem pode cair e impedir a impressão com boa qualidade. Neste caso é necessário editar o arquivo, substituindo a imagem por uma de maior resolução.

Rediagramar um arquivo implica em usar as mesmas cores, fotos, textos, marca e demais elementos de uma arte para redistribuir o layout aplicando-o em outro formato. Um arquivo A4 na vertical não é redimensionado para a horizontal, e sim, rediagramado. Quanto maior a diferença entre formatos de aplicação, maior será o tempo investido na rediagramação.Rediagramar
Exemplo: tamanho original: A4 (21 x 29,7 cm), novo formato: 10,5 x 29,7cm. Isso não é redimensionamento, mas sim rediagramação.

Diferentes aplicações de artes também significam diferentes fechamentos de arquivos. Arquivos impressos são fechados dentro de padrões gráficos e arquivos WEB podem necessitar de programações se forem enviados como newsletters ou podem ter um peso máximo e uma exigência de baixa resolução caso sejam usados em sites ou aplicativos.

O ideal é sempre informar para a agência todos os formatos de aplicação da arte. Tendo noção prévia, os arquivos serão planejados e executados de forma correta.

Ainda tem dúvidas na criação de peças gráficas? Entre em contato com a Conceito Ideal.